sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Novos parlamentares, velhos costumes e mazelas

A semana se iniciou com a posse dos novos parlamentares em Brasília, os deputados federais e senadores. Apenas troca-se de caras e nomes. Os problemas são os mesmos, os vícios idem e a canalhice de sempre. No linguajar bem popular  ― “troca-se o cachorro, mas a coleira é a  mesma”. A atividade política no Brasil é uma herança maldita secular que vem desde o período Colonial passando pelo Império, desaguando na República sempre com a marca da corrupção, da bandalheira, da roubalheira e do assalto aos cofres públicos! Ser político no Brasil de há muito é sinônimo de corrupto, ladrão, canalha, sem caráter. Mil personagens fazendo apologia aos maus políticos foram criados na TV, cinema, jornais, novelas, etc. Não é prá menos. Os inúmeros escândalos que pipocam todos os dias na mídia é de deixar qualquer meliante corado de vergonha.
Com um congresso que reúne o que de pior existe na sociedade  brasileira ali representada, bem lembra o Brasil-Colônia quando os maiores  criminosos eram sentenciados e uma das piores penas era ser mandado para o Brasil. Na Corte a pior condenação, o pior castigo já tinha endereço certo: os quintos dos infernos – Brasil. Diz a tradição que o 1. Advogado aportou por aqui por volta de 1.530. Era um ladrão de cavalos em Portugal. Que triste sina ! Todo criminoso, todo condenado inclusive pela Santa Inquisição, que de santa não tinha nada, era despachado para este fim de mundo. Era morte certa nas mãos dos índios, naufrágio das caravelas, doenças tropicais, etc.  Enfim, está no DNA dos brasileiros esta cruz, esta sina. Não é à toa que figuramos entre os primeiros países de elevado índice de corrupção.
O novo congresso tomou posse na terça-feira, eleição das Mesas da Câmara e Senado e reunião mesmo para valer na 5a.feira. E onde estava o ilustre deputado federal eleito pelo Rio de Janeiro, o Sr. Romário de Souza Faria ? Em Brasília ?!!! Não !!! Romário batia uma bolinha com amigos em Ipanema à luz do dia prá todo mundo ver ! Errado ?! Não ! Magina. Sua Excelência se cansou de ter subido ao Planalto goiano, precisava naturalmente recompor-se. Nada como um futebolzinho na praia. Na verdade quem em sã consciência acreditava ou acredita que Romário vai levar esse mandato à sério ?! Quem não presta neste episódio não  é Romário, é o eleitor carioca, que à exemplo de outros brasileiros não sabe votar. Quem elege Garotinho e sua trupe precisa mais ?!!! Pelé tinha razão.
Pelo menos 30 deputados federais se licenciaram já esta semana para assumirem cargos nos estados. Até aí nada demais. Acontece que na maioria dos estados brasileiros, um secretário de governo ganha entre 11 a 15 Mil Reais. Então já sabem os parlamentares quando se trata de resolver problemas deles há saídas legais para tudo. A maioria escolhe  continuar recebendo o gordo salário de deputado federal algo mais de R$ 100 Mil. Esses R$ 26 Mil que anunciam é apenas a base,  e as vantagens ? Quer dizer, assume um suplente recebendo o mesmo valor enquanto que o titular também continua recebendo como estivesse atuando em Brasília. Esse país tem jeito ? Tem conserto ? Alguém acredita que um dia estaremos entre as nações ricas, civilizadas e sem corrupção, sem maus políticos ?

3 comentários:

  1. Iranilson falou e disse a pura verdade. O "grande" tiririca disse que vai se dar bem no Congresso. Com um salário de 26.700 reais, tiririca só pode se dar bem...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Nem o "Randap" deu conta dessa praga... Precisamos de uma atitude mais enérgica, quem sabe um atentado na Câmara dos Deputados, put'z me esqueci que eles nunca estão lá... Bem gente o negócio e sentar beber e chorar... Abraços caro amigo Iranilson... Fique na santa Paz de nosso bom Deus, pois só ele para nos defender de todo esse mal que nos rodeia...

    ResponderExcluir